Atalaia: um passeio além da Orla

Olá pessoal!

Como prometido, estamos de volta! E iniciando uma série de postagens sobre vários bairros de Aracaju. Para quem gostou dos posts com roteiros em Sergipe, com certeza, estas informações funcionaram como complemento para que você possa montar o seu próprio roteiro! 🙂

– E vocês vão falar sobre toooooodos os bairros?

Não. Apenas alguns deles. Nosso critério, foi buscar por lugares que tenham uma história bacana, que possa despertar a atenção de turistas e que tenha variados tipos de atrações para que você possa conhecer um pouco mais da cidade, além dos pontos turísticos tradicionais. Apesar disso, o primeiro bairro sobre o qual vamos falar é um dos bairros mais turísticos de Aracaju.

– Mas você não disse que é para ir além dos pontos turísticos?

E iremos! Muita gente que visita Aracaju e fica hospedado em frente à Orla de Atalaia, como é o caso dos nossos hóspedes do Celi Hotel. Por vezes, só conhece as atrações da Orla. Não que elas sejam poucas – muito pelo contrário (clique aqui para ver nosso post sobre os roteiros e saiba mais) – mas existe muito mais informação dentro deste bairro que sempre se destacou pela praia. Vamos começar com um pouco de história?

De vila de pescadores à Orla mais bonita do Brasil!

8_Avenida(Passarela)_TukaVelloz

Praia de Atalaia na década de 70 mostra o povoamento pelos banhistas locais (Foto: Infonet)

O bairro surgiu de forma modesta, como uma colônia de pescadores, e não tinha o mínimo de infraestrutura até meados da década de 1930, quando o local começou a sofrer intervenções com foco no aproveitamento da orla para banhistas. A urbanização inicial do bairro deu-se com foco nas pessoas que utilizavam o local para veraneio. Mas o bairro só passou a ser realmente mais frequentado em 1937 após a construção da ponte sobre o Rio Poxim, que ligou a “cidade” ao que antes era considerado um povoado. Já nos anos de 1950, o desenvolvimento da Atalaia tornou-se mais intenso com a construção da ponto Juscelino Kubitschek, atualmente conhecida como a “ponte velha” da Atalaia. Logo após, a inauguração do Aeroporto Santa Maria fez o bairro ganhar ainda mais destaque e ser, finalmente, incorporado à cidade de Aracaju.

Com o passar dos anos, a praia de Atalaia ganhou mais infraestrutura e passou a receber os banhistas e turistas de forma mais acentuada. Foi em 2004, com a urbanização da Orla de Atalaia que o bairro ganhou tamanho destaque. O local despontou como o principal ponto turístico da cidade e o bairro passou a receber diversos empreendimentos hoteleiros valorizando ainda mais a região. Hoje, a Orla da praia de Atalaia é uma das mais conhecidas do país e considerada a mais bonita do Brasil.

Descobrindo a Atalaia

O bairro de Atalaia é massivamente frequentado por locais e turistas e a grande concentração de pessoas é na famosa passarela do caranguejo. Mas existem ainda outras opções pelo bairro, e algumas bem diferenciadas. Vá além do que está nos roteiros turísticos para explorar a cidade e sentir-se um autêntico aracajuano. Vamos começar?

Restaurante Maramar: O Restaurante Maramar, situado dentro do Celi Hotel, é uma das opções gastronômicas a serem apreciadas no bairro. O local, sempre muito bem frequentado, serve aos hóspedes e passantes. Tem um excelente café da manhã com música ao vivo, que é o grande destaque do local, e funciona todos os dias da semana com menu à la carte. Lugar ideal para um almoço em família ou um jantar à dois. Para nossos hóspedes, é de casa; mas quem não é hóspede, também será sempre muito bem-vindo!

CH130130-028

O Escondidinho ao Velho Chico é uma das opções de pratos regionais do cardápio Maramar, que possui um menu diversificado

Variedade gastronômica: por conta do grande fluxo turístico, o bairro se desenvolveu muito, principalmente, no que se refere à gastronomia. Uma grande número de bares e restaurantes, também podem ser encontrados fora da Orla de atalaia. Quer comer uma tradicional costela no bafo? Matar a saudade de um sushi fresco? Experimentar um kebab turco? Tudo isso e muito mais você encontra no bairro. Transitar por ruas que fiquem próximas à orla é um modo de descobrir alguns desses lugares.

Caranguejo na praia: quer se sentir um autêntico sergipano, aproveite um belo fim de semana de sol para sentar numa barraca à beira da praia e apreciando o sabor do tradicional caranguejo sergipano. É comum consumir a iguaria em restaurantes, principalmente, na passarela que leva o nome do bichinho; mas sentado na areia à beira mar, o sabor é ainda melhor.

Esportes radicais: se você acha que em Aracaju não tem nada de diferente para fazer, que tal alugar um equipamento e praticar kitesurf? O esporte vem ganhando cada dia mais adeptos na cidade e já se tornou comum ver manobras radicais sobre as ondas da Praia de Atalaia. Se tiver interesse, procure uma empresa especializada; tem sempre alguém pela praia. A Aracaju Kitesurf é uma escola de Kite: para quem não pratica o esporte, é uma excelente opção de iniciar. Clique aqui e confira o site dessa galera.

Passeio de bicicleta pela orla: estando em Aracaju, você vai encontrar em diversos pontos da cidade a Caju Bike: bicicletas que estão disponíveis para serem utilizadas por tempo determinado e que são a melhor opção para quem quer percorrer toda a orla com rapidez e ainda sentir a brisa bater no rosto. Por isso, recomendamos este passeio no bairro da Atalaia; apesar de que você pode percorrer com elas boa parte da cidade. O acesso às bicicletas é muito fácil: baixe o aplicativo em seu smartfone (ou faça uma ligação telefônica para o número indicado no totem) e libere uma bike por até 24h ao custo de apenas R$ 5,00. Parte do bairro de Atalaia possui ciclovia, mesmo fora da Orla; isso garante também sua segurança durante o passeio.

caju-bike-atalaia-aracaju

Caju bike proporciona um passeio para explorar o bairro (Foto: Miss Check-in)

Jazz na calçada: o bairro de Atalaia possui alguns bares com música ao vivo e isso é muito comum todos os dias da semana, principalmente na Orla. Mas para quem gosta de um som alternativo, o Jazz na Calçada é um encontro de músicos sergipanos que se utilizam do estilo para fazer música em plena rua. O evento não tem período definido para acontecer pois é realizado de forma independente mas há uma divulgação sempre que o evento acontece. A proposta é fazer o som para que qualquer um possa ouvir e participar. Informe-se com o pessoal da cidade ou pela internet quando será o próximo evento. Quem sabe não é justamente no dia em que você estará em Aracaju?

Museu do Mangue: situado numa parte do bairro que foi recentemente urbanizada e que não é muito conhecida, o Museu do Mangue está localizado numa área de preservação ambiental, conhecida como maré do Apicum, que possui uma bela vista para o Rio Sergipe. Na realidade, ele não é apenas um prédio, mas um complexo que inclui um espaço para exposição de peças, áreas de lazer para a comunidade, um piér, centro de informações, entre outros. Atualmente, a área encontra-se interditado para a implantação de melhorias pela prefeitura de Aracaju. Mas, quando estiver aqui, procure saber se já está funcionando. vale a pena a visita.

– Só isso? Já acabou?

De fato, não acabou. Este post pode ser atualizado a qualquer momento. Nossa intenção é mostrar opções fora dos roteiros turísticos tradicionais para que você conheça a cidade de modo regional, tal como – ou até mais do que – muitos aracajuanos e aqueles que vivem por aqui.

Então, se aparecer uma nova opção de local ou atividade que possamos incluir nesta lista, ela será atualizada. Ah, e você também pode contribuir. É só enviar sua sugestão através dos nossos comentários. Queremos interagir com você para fazer deste blog um espaço democrático e ainda mais interessante para você!

Até a próxima!

Obs.: As informações da parte histórica do texto tem como referência o artigo Memorial da Atalaia, no site www.primeiramao.blog.br

Fotos: site Infonet e blog Miss Check-in

Anúncios

    • Olá Maria Helena!

      Que bom que gostaram da nossa cidade! Temos pouca disponibilidade; então, sugerimos que entre em contato com a central de atendimento pelo telefone 79 2107.8000 para que possam te informar quais as condições disponíveis. Estamos ansiosos por recebê-la novamente em nosso hotel. Até breve!

      Curtir

    • Olá Nazaré!

      Para obter informações sobre nossas tarifas, clique aqui e acesse a página de Reservas em nosso site. Lá você pode fazer uma simulação de reserva ou consultar as tarifas visualizando o calendário completo. Se preferir, também pode entrar em contato com nossa central de atendimento pelo telefone 79 2107.8000. Esperamos recebê-la em breve! Até mais!

      Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s